Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Regulamento do Edital FALA! 2024 para coletivos de Pernambuco

Regulamento da seleção de bolsas para a produção de reportagens que abordem as agendas de justiça climática, justiça social e da democracia nos territórios periféricos a partir de experiências de novos formatos e linguagens nas áreas de jornalismo, comunicação e cultura.

Foto: Acervo/Instituto Fala

2 de maio de 2024 | por

ORGANIZADOR

O Instituto FALA! é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que tem como missão promover o jornalismo de causas e debater o seu papel na sociedade brasileira, a partir da perspectiva popular e da interseccionalidade entre jornalismo, comunicação e cultura. 

Foi fundado e é gerido por quatro grupos de mídia independente de referência no Brasil: Alma Preta Jornalismo, Marco Zero Conteúdo, Ponte Jornalismo e 1 Papo Reto. 

O Instituto realiza o FALA! – Festival de Comunicação, Culturas e Jornalismo de Causas que, em 2024, terá sua quinta edição, desta vez na cidade de Belém, no Pará. As duas primeiras, em 2020 e 2021, aconteceram de forma remota na plataforma digital do Sesc São Paulo. A terceira foi realizada presencialmente em Salvador, na Bahia, e a quarta edição aconteceu em Recife, Pernambuco. O Instituto também gere a Rede de Treinamentos FALA!, programa de formação para jornalistas de todo o país. 

TEMA

Jornalismo, comunicação e cultura nos territórios: novos formatos como meio de transformação social.

EIXOS

Justiça Climática: os trabalhos apresentados para o eixo de justiça climática podem abordar temas como aquecimento global; racismo ambiental; tecnologias sociais e ancestrais desenvolvidas em territórios periféricos para mitigar e superar as consequências de ambos os fenômenos, dentre outros tópicos correlatos. 

Justiça Social: os trabalhos apresentados para o eixo de justiça social devem abordar problemas estruturais da sociedade brasileira em decorrência de raça, etnia, gênero, sexualidade, classe e território. 

Democracia: os trabalhos apresentados para o eixo de democracia devem abordar estratégias de incidência política de determinados grupos sociais; atuação de movimentos sociais (entendidos aqui de forma ampla, podendo ser movimentos que atuam na pauta de cultura, educação, tecnologia etc); resultados concretos de ações políticas de movimentos populares; dentre outros tópicos correlatos. 

OBJETIVO GERAL 

Promover e reverberar novas agendas, formas e linguagens da comunicação, da cultura e do jornalismo de causas.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  1. Dar protagonismo a vozes e corpos marginalizados na produção e disseminação de conteúdos produzidos a partir das periferias.
  2. Desenvolver a interseccionalidade entre jornalismo, comunicação, linguagem e culturas periféricas.
  3. Estimular novos olhares e perspectivas estéticas na produção de conteúdo para a incidência política.

OBJETO 

Serão oferecidas quatro bolsas de 6 mil reais cada uma para a produção de reportagens online sobre novos formatos – de jornalismo, comunicação e cultura – e experiências de transformação social nos territórios periféricos. 

A inovação de formatos deve estar tanto na forma de apresentação da reportagem – portanto na forma escolhida para contar a história – quanto na própria pauta, que precisa visibilizar experiências e iniciativas que buscam a incidência política e cultural nos territórios a partir de novas linguagens. 

INSCRIÇÕES 

Estarão aptos a concorrer às bolsas os coletivos de jornalismo, comunicação e/ou cultura que atuem nos territórios periféricos do estado de Pernambuco.

Os coletivos precisam ter mais de 1 ano de formação e estarem ativos em suas redes. Não é necessário que os coletivos estejam formalizados como Pessoa Jurídica.

Os coletivos precisam estar sintonizados com os valores do Instituto Fala de promoção dos direitos humanos, da democracia e da justiça social, comprometidos com uma agenda de comunicação antirracista, anti-transfóbica, diversa, plural e de tolerância religiosa.

A inscrição será realizada por meio do preenchimento de formulário eletrônico disponibilizado no site do Instituto FALA!. Nele, será necessário fornecer as seguintes informações:

  1. Identificação do coletivo e de pelo menos 1 (um) responsável com contatos.
  2. Breve histórico de formação e atuação do coletivo.
  3. Endereço de site (se tiver) e redes sociais do coletivo.
  4. Proposta de pauta da reportagem online com: tema, relevância, contexto, abordagem, possíveis fontes; e informações/dados mais importantes.
  5. Plano de trabalho com cronograma de atividades e breve descrição de pessoas envolvidas no processo de apuração, desenvolvimento e edição do material.
  6. Proposta de apresentação de formato offline da reportagem.

SELEÇÃO

A escolha das propostas será realizada por banca de avaliação composta por 1 integrante de cada uma das quatro organizações fundadoras do Instituto FALA! e mais uma pessoa convidada, representando uma instituições parceira, com atuação no estado de Pernambuco.

Serão levados em conta os seguintes aspectos:

  • Cumprimento das exigências do edital.
  • Perfil de diversidade do coletivo.
  • Relevância do tema central abordado na pauta.
  • Qualidade e abrangência da pauta apresentada.
  • Exequibilidade da proposta de pauta e cronograma.
  • Qualidade e criatividade dos formatos das proposta de apresentação online e offline da reportagem.

CRONOGRAMA 

As inscrições para a seleção das bolsas poderão ser realizadas entre o dia 29 de abril e o dia 19 de maio. 

resultado da seleção será divulgado no dia 03 de junho. 

Haverá dois encontros de mentoria e apoio realizados por integrantes do Instituto FALA! com cada um dos coletivos selecionados. O primeiro na primeira semana seguinte ao anúncio do resultado para troca de ideias de enquadramento do tema e de produção da reportagem. E o segundo, 2 semanas antes da entrega da reportagem, para discussão da finalização e edição do material.

Os vencedores terão 8 semanas para desenvolvimento dos projetos. 

As reportagens devem ser finalizadas e entregues até o dia 29 de julho.

InscriçõesAté 19 de maio
Divulgação do resultado da seleção03 de junho
Entrega dos projetos29 de julho

PUBLICAÇÃO 

Os conteúdos das reportagens online produzidos pelos coletivos selecionados serão publicados no site do Instituto FALA! e divulgados nas redes do Instituto (em colab com cada um dos coletivos selecionados), bem como nos portais das quatro organizações fundadoras e suas respectivas redes sociais.  

As reportagens serão expostas ao público da quinta edição do FALA! – Festival de Comunicação, Culturas e Jornalismo de Causas a ser realizado na segunda quinzena de agosto na cidade de Belém, no Pará. 

O Instituto arcará com passagem e hospedagem para 1 integrante de cada coletivo vencedor para acompanhar a exposição das reportagens e os debates do Festival FALA! Belém 2024.

Quaisquer dúvidas ou esclarecimentos sobre esse edital devem ser encaminhados para o e-mail: [email protected]

Artigos relacionados

Editorias

Edital

Regulamento do Edital FALA! 2024 para coletivos de Pernambuco

Regulamento da seleção de bolsas para a produção de reportagens que abordem as agendas de justiça climática, justiça social e da democracia nos territórios periféricos a partir de experiências de novos formatos e linguagens nas áreas de jornalismo, comunicação e cultura.

Os organizadores do Festival FALA! Antônio Junião, Rosenildo Ferreira, Elaine Silva, Laércio Portela e Pedro Borges no encerramento da quarta edição | Créditos: Vinicius Martins / Alma Preta Jornalismo
Oportunidade

Instituto FALA! anuncia abertura de edital para coletivos de Pernambuco, no encerramento de seu festival de comunicação, culturas e jornalismo de causas.

Pernambuco, setembro de 2023 – Nos dias 21, 22 e 23 de setembro aconteceu no Recife, no Centro Cultural Cais do Sertão, a quarta edição do FALA! – Festival de Comunicação, Culturas e Jornalismo de Causas. O evento debateu o futuro do jornalismo e seu papel na sociedade brasileira a partir da perspectiva popular, e colocou em discussão as diferentes linguagens do cotidiano, como slam, cordel, literatura, teatro, música, modos off-line (carros de som).